O que você já fez? E o que nunca fez? Baseado no jogo do currículo (joguinho.blogspot.com) que anda parado. A idéia é a seguinte: Coloque o seu currículo nos comentários que eu posto ele aqui!

terça-feira, outubro 19, 2004

Qual o lugar mais perigoso em que você já fez sexo?

É uma enquete do UOL em cima da noticia abaixo:

Casal faz sexo em carro e despenca no barranco

Da Redação

Mesmo quando é ruim, sexo é bom, diz a sabedoria popular. Esta é uma exceção.

Um casal caiu num barranco na província de Mendoza (oeste da Argentina), enquanto transava no carro. Segundo fontes policiais, o veículo começou a deslizar barranco abaixo sem que os ocupantes percebessem a situação - eles estavam ocupados.

O homem, de 35 anos, e a mulher, de 31, saíram do acidente apenas com ferimentos leves. O homem conseguiu sair do carro sozinho, mas a mulher teve que ser ajudada por bombeiros.

segunda-feira, outubro 18, 2004

Carla

Eu já apanhei na cara;
Eu já bati na cara;
Eu já menti pra minha mãe, e desmenti na mesma hora;
Eu já disse a uma pessoa que a considerava muito mais do que realmente a considero por pura conveniência;
Eu já me apaixonei na internet e sofri muito por amor;
Eu já me casei;
Eu já namorei oito anos;
Eu já amei duas pessoas ao mesmo tempo;
Eu já odiei meu pai;
Eu já fiquei sabendo que tenho uma irmã bastarda;
Eu já fiquei sabendo que minha irmã bastarda não é minha irmã de verdade;
Eu já fiz uma arranjo com 1500 mini rosas e coloquei no túmulo do meu vô no dia em que seria seu aniversário;
Eu já ouvi meu pai me chamar de vagabunda;
Eu já cuspi na cara dele;
Eu já fiquei um ano e meio sem ver meu pai;
Eu já comprei um yorkshire;
Eu já sentei na areia da praia pra mijar;
Eu já comprei um óculos de R$350,00, passei na frente de uma loja vi uma blusinha linda por R$10,00 comprei a maldita e esqueci o óculos no provador;
Eu já fiz tatuagem;
Eu já fiz piercing;
Eu já fiz cirurgia no cérebro;
Eu já estive em coma durante 21 dias;
Eu já emagreci 21kg em 10 dias;
Eu já perdi um bebê;
Eu já briguei com a minha melhor amiga;
Eu já fui excluída da minha roda de amigos por não aceitar uma pessoa;
Eu já tomei muitos porres de tequila;
Eu já terminei com meu namorado dizendo que não o amava mais por que estava com medo de morrer;
Eu já roubei dinheiro do meu pai;
Eu já pensei como seria bom se ele morresse;
Eu já saí no tapa;
Eu já saí de casa e voltei uma semana depois;
Eu já ri até ter falta de ar;
Eu já joguei taco de madrugada;
Eu já tive sonhos bem picantes com outra mulheres;
Eu já matei aula pra ficar fumando (cigarro) sentada no cordão;
Eu já tomei banho de mar pelada;
Eu já sentei no pra fazer xixi e esqueci de tirar a calcinha;
Eu já passei mal numa festa;
Eu já fiz muita coisa de que me envergonho;
Eu já entrei no cinema pra ver um filme e no final me escondi na outra sala pra ver outro de graça;
Eu já fiquei sem dinheiro para a passagem de ônibus;
Eu já pedi dinheiro pra um punck na rodoviária, e ele me deu;
Eu já sentei no último banco do ônibus pra saltar sem pagar;
Eu já me emocionei e chorei vendo uma propaganda de celular;
Eu já pensei em ir embora;
Eu já deixei o medo me dominar;
Eu já escrevi um livro sobre a minha mãe e dei a ela de aniversário;
Eu já sonhei com morcegos e acordei toda arranhada de tanto me bater de medo;
Eu já vi fantasma (eu acho);
Eu já humilhei uma pessoa;
Eu já mandei carta de amor anônima só pra rir da cara da pessoa depois;
Eu já sorri pra alguém na rua só por sorrir;
Eu já fumei maconha três vezes e me arrependo;
Eu já tive vontade de beijar alguém e não beijei;
Eu já amei alguém que morreu;
Eu já fiquei os 30 dias das minhas férias na casa da minha amiga por que ela tava deprimida;
Eu já observei um casal transando da sacada do meu apartamento;
Eu já quis ser negra;
Eu já tirei fotos nua;
Eu já amei outra mulher;
Eu já menti pra proteger minha melhor amiga de uma dura realidade;
Eu já fui traída pela minha melhor amiga;
Eu já a perdoei;
Eu já fui estagiária no gabinete do governador;
Eu já menti que era rica;
Eu já chorei pra ganhar um presente;
Eu já dormi dentro de um caminhão em um posto de gasolina;
Eu já fiz terror psicológico com uma pessoa;
Eu já fiz alguém confessar sua maior vergonha na frente de quem mais amava;
Eu já duvidei da minha capacidade;
Eu já me senti linda;
Eu já me senti fútil;
Eu já me senti uma coitada;
Eu já me senti um inútil;
Eu já tive orgulho de ser tão fiel aos meus princípios;
Eu já quis ser diferente do que sou;
Eu já li o mesmo livro sete vezes;
Eu já viajei 36 horas de ônibus pra ver alguém durante meio dia e depois voltei;
Eu já namorei dois anos sem transar;
Eu já fui rejeitada;
Eu já me arrumei bem linda pra dormir;
Eu já saí de casa sem nem pentear o cabelo;
Eu já comprei um perfume muito caro em 12x no cartão;
Eu já falsifiquei assinaturas;
Eu já sustei um cheque por raiva;
Eu já vi uma pessoa ser esfaqueda e morrer na minha frente;
Eu já consolei o filho de 11 anos dessa pessoa;
Eu já quis adotar uma criança;
Eu já abri mão dos meus sonhos por amor;
Eu já me cadastrei num site pra adotar uma criança;
Eu já fiz aula de canto;
Eu já fiz muitas poucas coisas...

Marcus Pessoa

Eu já fiz ritual de magia pra salvar a vida de um amigo
Eu já fui expulso do cinema por chorar demais num filme
Eu já andei (adulto) uns mil metros completamente nu, no meio da rua
Eu já tive sonhos que pareciam profundamente reais
Eu já fui atrás de coisas ou animais que me davam medo apenas para senti-lo
Eu já transei sem camisinha por estar apaixonado
Eu já fui batizado por uma amiga no Mar Mediterrâneo
Eu já chorei copiosamente no Museu do Prado vendo um quadro de El Greco
Eu já tomei "una orchata de chufa, si us plau"
Eu já vivi Jesus Cristo numa peça de escola
Eu já comunguei sabendo que não tinha me confessado, cometendo "pecado mortal"
Eu já inventei pecados na confissão, por achar que não tinha alguns interessantes pra contar
Eu já rompi com a Igreja Católica e me tornei ateu
Eu já li um livro sobre mescalina que me fez voltar a acreditar em Deus
Eu já tive (milhões de vezes) dúvidas se eu acredito ou não em Deus
Eu já reagi a assalto e não me feri
Eu já quis ser budista
Eu já me senti iluminado quando percebi que os romances ensinavam "coisas" pra gente
Eu já me senti iluminado enquanto limpava uma cadeira
Eu já acreditei que o amor não existe
Eu já fiz brincadeiras sadomasoquistas algumas dezenas de vezes
Eu já escrevi um poema para um gatinho meu que morreu
Eu já inspirei uma canção de flauta que fizeram pra mim
Eu já passei verões da minha adolescência sem ir à praia, apenas lendo livros em casa
Eu já quis ser Jesus Cristo
Eu já quis ser o Superman
Eu já quis ser Presidente da República
Eu já ganhei mais dinheiro do que conseguia gastar
Eu já paguei banquetes de comida japonesa para hordas de amigos meus
Eu já passei fome de vez em quando, durante quase um ano
Eu já fui comunista
Eu já pensei que devia pegar em armas pela revolução socialista
Eu já quis tatuar a imagem de São Jorge na minha pele
Eu já andei seis horas seguidas procurando um pedaço de mato tranqüilo pra me suicidar
Eu já dei comida e água para presos numa cela que encontrei por puro acaso
Eu já desviei o olhar de loucos na rua por pura vergonha
Eu já fiz a minha mãe chorar de raiva e me chamar gritando de "mentiroso"
Eu já fiz o meu irmão gêmeo chorar de raiva e me chamar gritando de "canalha"
Eu já passei duas vezes no vestibular em primeiro lugar
Eu já transei com alguém que eu não vi o rosto
Eu já sonhei que meu pai não tinha morrido, apenas feito uma viagem e estava de volta
Eu já quis voltar alguns anos no passado e não cometer os mesmos erros
Eu já fiz loucuras etílicas, sem lembrar nada depois, umas cinqüenta vezes
Eu já acordei numa casa desconhecida, sem me lembrar como me desviei de uma festa
Eu já fui detido por atentado ao pudor
Eu já fui detido por gritar, num comício, que o prefeito da minha cidade ia perder a eleição
Eu já fui preso e dormi na cela, por um crime que não cometi
Eu já tive vontade de ficar preso e ser esquecido
Eu já vi plânctons num rio e quase me afoguei os contemplando

Roger

Eu já fui uma criança triste.
Eu já fui muito feliz.
Eu já me senti só.
Eu já roubei beijo.
Eu já enfrentei aranhas e baratas.
Eu já tive medo do escuro.
Eu já maltratei gatinhos.
Eu já chorei por um canário que morreu.
Eu já brinquei.
Eu já quis ser Indiana Jones.
Eu já me vesti de Super Man.
Eu já tive uma vida familiar difícil.
Eu já tive natais maravilhosos.
Eu já treinei um galo de briga quando eu era garoto.
Eu já ví meu galo atacar minha avó e machucá-la.
Eu já ganhei o Esqueleto do He-Man, o único presente que meu pai me deu a vida toda.
Eu já descobri que minha mãe brigou com meu pai pra ele me dar o presente.
Eu já aprendi a ler antes de ir pra escola.
Eu já descobri que tinha um irmão e não sabia.
Eu já fui um adolecente revoltado.
Eu já pendurei uma bandeira nazista de três metros no 13º andar de um prédio só pra revoltar as pessoas.
Eu já morri de rir das reações dos outros.
Eu já fiz primeira comunhão.
Eu já me tornei ateu.
Eu já pichei minha escola.
Eu já furtei.
Eu já briguei com meu pai por ele ser um aventureiro falido e irresponsável.
Eu já me arrependi da briga por amá-lo muito.
Eu já tirei muita nota alta na minha vida.
Eu já comemorei uma nota baixa, a única, tirada já na faculdade.
Eu já fumei maconha.
Eu já fumei charutos. Eu adoro charutos.
Eu já fui traido por uma mulher.
Eu já traí mais de uma mulher.
Eu já fui fiel por amor.
Eu já roubei prova só de farra.
Eu já comprei prova de faculdade, também por farra.
Eu já bebi uma garrafa e meia de whisky sozinho.
Eu já processei um professor da faculdade de Direito. Ganhei.
Eu já arrematei um cavalo árabe em um leilão sem ter como pagar.
Eu já montei um escritório sem dinheiro.
Eu já advoguei em cerca de 150 causas. Ganhei umas 140.
Eu já parei de advogar no auge.
Eu já colhi assinaturas pra abaixo-assinados.
Eu já fiz teatro amador.
Eu já fui vítima da "inquisição".
Eu já tive livros "subversivos" doados para a biblioteca por minha mãe contra minha vontade.
Eu já tive três namoradas ao mesmo tempo.
Eu já amei três mulheres ao mesmo tempo.
Eu já fiz uma escultura e pintei um quadro. Horríveis.
Eu já me ferrei muito pra ajudar amigos.
Eu já fui roubado por meu melhor amigo.
Eu já fiz poesia erótica.
Eu já escrevi cartas de amor ridículas.
Eu já fiz sexo em locais estranhos.
Eu já me fingi de mulher em chat de lésbicas.
Eu já li a bíblia toda. Mas só uma vez.
Eu já fiz xixi na rua.
Eu já estourei camisinha e continuei transando.
Eu já reclamei muito da vida.
Eu já decidi que quero ser feliz, mais nada.

Eu já estou atrasado. Como sempre...

isabel

eu já fui patricinha
eu já fui executiva
eu já fui lésbica
eu já fui rica
eu já fui ninguém
eu já fui alguém

Julia

Eu já morei em uma casa de um cômodo de pau-a-pique.
Eu já construí casa, barracão, cerca, já assentei piso com minhas próprias mãos.
Eu já fiz com meu pai quase todos os móveis da casa dele.
Eu já fiz uns cem partos de cabras.
Eu já matei cabras, galinhas e cobras.
Eu já comi cobra. Várias vezes.
Eu já criei uma cascavel no quintal.
Eu já matei ratos a pauladas e também dentro de um saco, batendo na parede.
Eu já li Camões antes de entrar na escola.
Eu não fiz a primeira série.
Eu já ganhei um concurso nacional de música.
Eu já gastei três mil dólares em um violão.
Eu já morei em uma geodésica.
Eu já cantei na Sala São Paulo.
Eu já atirei com revólver.
Eu já atirei com arco-e-flecha.
Eu já carreguei pedra.
Eu já comi bunda de formiga.
Eu já tive que ouvir alguém me agradecer depois de eu dar pra ele.
Eu já transei na cozinha de uma festa, e várias pessoas (que eu conhecia) viram.
Eu já encontrei um ídolo em um boteco e ficamos tomando cerveja (e ele uísque) na Augusta até as duas da manhã.
Eu já fui para a escola de charrete.
Eu já bati a porta de uma Caravan na mão da minha irmã menor. Duas vezes.
Eu já tive berne. E bicho de pé. E piolho. Várias vezes.
Eu já cortei cana.
Eu já dormi em cima de uma árvore.
Eu já transei com um aluno.
Eu já acordei de madrugada com um cara em quem eu tinha dado um fora batendo na minha janela.
Eu já morei com uma dinamarquesa que tocava zabumba.
Eu já plantei centenas de árvores, que hoje são muitas vezes maiores do que eu.
Eu já gravei um cd.
Eu já toquei em um programa de tv.
Eu já fiz boca-de-urna pra parente.
Eu já transei com um professor. Casado.
Eu já caí no conto do título de agência de viagens. Mas me rendeu um grande amor.
Eu já dormi em uma pensão barata que dava tanto medo que arrastei um móvel para a porta.
Eu já andei sozinha na Luz depois da meia-noite, bem vestida e com bolsa.
Eu já esquiei.
Eu já estive no rio Mississipi.
Eu já tive que pedir para uma colega de colégio me explicar o que era miojo – e eu não entendi.
Eu já fiquei constrangida ao ouvir ou falar qualquer gíria – inclusive “legal”.
Eu já plantei, cultivei, colhi e comi.
Eu já visitei túmulos de antepassados de 500 anos.
Eu já dei vários recitais de música clássica descalça (essa é pro Alexandre).
Eu já dei entrevista pro Estadão.
Eu já comprei um violão vendendo ovo.
Eu já vendi folhas de sulfite com tabuadas caprichadas no primário. De 1 a 20.
Eu já soube fazer o melhor queijo de cabra que quem comeu já provou.
Eu já li vários livros debaixo do chuveiro.
Eu já deixei duas tartarugas fugirem. Uma de cada vez.
Eu já joguei tijolo no poço do vizinho só pra ouvir o barulho.
Eu já adaptei, dirigi e atuei num Romeu e Julieta no colégio e fiz todas as professoras e a diretora chorarem.
Eu nunca fui assaltada.

PS: eu nasci em 1980

Anonymous

Eu já....
Eu já fingi ser cego por 10 minutos, só pras pessoas atravessarem a rua comigo de braços dados.
Eu falava sozinho em voz alta na 5ª serie e era tachado como o doido da turma.
Eu já fiquei preso no elevador com um gordo, que mijou nas calças.
Eu já meti a mão na bunda da professora.
Eu fui expulso do colegio por causa disso.
Eu reencontrei com essa mesma professora 5 anos depois numa academia e transei com ela na sauna.
Eu e meus colegas fomos pegos pixando o banheiro.
Nós tivemos que limpar todas as pixacoes do colegio até as que nao eram nossas.
Eu já dei um grito no centro da cidade.
Eu já me fingi de mendigo por 1 dia só pra ver como é.
Eu já entrei na frente de um carro de proposito, só pra ver como é ser atropelado.
Fiquei internado por 1 semana tomando sopa de letrinhas e gelatina.
Quando ouço as palavras sopa e gelatina eu desmaio.
Eu já chutei o cachorro da minha visinha, quando ninguem estava olhando (oo!! cachorro chato)
Eu já fui gay por 2 semanas pq o outro campo de atuacao já estava muito saturado.
Eu nunca dei pra ninguem!
Eu voltei a ser hetero.
Eu já chorei sem motivo algum no colegio, as pessoas me perguntavam o que havia acontecido.
Um vez no colegio eu caçei briga e apanhei de um cara que nao ia com minha cara, ele parecia um armario.
Eu já dormi 17 horas diretas quando estava doente.
Eu no 2 ano jurava ser protegido por anjos de Deus.
Eu já pensei em suicidio, mas nunca tentei (o carro eu nao queria me matar, só ser atropelado)
Eu já pensei ser bonito.
Eu no colegio bringuei de jogar terra vermelha nos outros.
Eu já fiz sexo anal com uma vasora.
Eu converso com estranhos em onibus.
Quando eu tinha 6 anos um ventilador caiu na minha cabeça.
Fiquei com trauma de ventiladores por um grande tempo e me recusava a por o pé em lugares onde haviam ventiladores.
Eu já pensei ser um vampiro e chupei meu proprio sangue.
Alias eu sangranva muito pelo nariz, e fazia de proposito.
Eu já fiquei preso em uma montanha russa por 20 minutos.
Nesse parque que fui conheci uma garota, que perguntou onde era tal brinquedo eu disse que mostrava pra ela, eu a levei ao banheiro e transei com ela lá mesmo.
Eu nem me lembro o nome desso garota e nem sei se perguntei.
Eu já pintei as ulhas de preto.
Eu já cai na piscina de roupa social no aniversario do meu primo (foi sem querer)
Eu já fumei oregano pra ver se dava onda.
Eu tive vontade de desmaiar mas nunca consegui.
Eu já estive em 3 faculdades diferentes e desisti de todas.
Eu já vi um porco morrendo e comi partes dele no churrasco que minha familia fez, isso se tornou um trauma.
Eu já pingei ----------- na lingua, mentira, mas já tentei.
Frenquentimente sou confundido com o amigo da prima de alguem.
Eu roubei um santinho de uma igreja.
Joguei o santinho no buerei, santinhos fedem.
Eu já fugi de casa uma vez, dei uma volta no quarterao e voltei...
Eu já xinguei meu amigo em publico, avisando antes pra ele, mas so fiz isso pra dizer umas boas verdades.
Eu já...